Baixe o Informativo da AFABB
Diretorias Anteriores

  • teste1

Sexta feira, dia 20, foi realizada a festa de fim de ano da AFABB RS. Como se trata de festa, o assunto está enquadrado na nova linha do blog, que vai abordar só lazer, não mais tratando de temas referentes à Previ nem Cassi, e não mais permitindo, a partir de agora, comentários anônimos, porque perderam a razão de ser.

O ano de 2015 tem sido e vem sendo um dos piores, em todos os sentidos, a nível pessoal e institucional. E ainda não terminou. Faltam quarenta dias para chegar 2016. Ufa !

Então, me questionaram e questionarão os críticos de sempre, por que gastar dinheiro da associação numa festa ?  O que está sendo festejado ?

Fiz um breve discurso na festa. Faz parte do cerimonial. Talvez o meu último como presidente, pois meu mandato termina em setembro do ano que vem e não vou aceitar ser reconduzido.

Argumentei que, para mim, a festa de fim de ano se justifica porque seu objetivo principal é a confraternização dos associados. A festa, em última análise,  sublima a amizade e celebra a vida.

Procura reanimar os ânimos, mostrar que sobrevivemos aos pesares e que estamos dispostos a enfrentar as adversidades unidos e solidários, colocando a alegria acima das tristezas. Em suma, trata-se de comemorar a esperança e a superação.  Fui aplaudido pelos presentes.

Estava um tanto emocionado quando usei da palavra, o que me deixou um tanto atrapalhado, artifício que utilizo, às vezes, para driblar os sentimentos, porque me veio à memória, naquele momento,  com saudosismo,  todas as festas de fim de ano da AFABB RS, das quais tinha participado e ajudado a organizar durante os últimos vinte e cinco anos.

Foram festas memoráveis, cada uma delas com seus atrativos, com seus momentos, com suas emoções, com amigos e colegas que já se foram ou que não mais podem comparecer por questão de saúde ou de idade. Recordações felizes e marcantes, sem dúvida.

Tivemos festas num barco chamado de Cisne Branco, depois nos salões da AABB Porto Alegre, depois no salão do clube Caixeiros Viajantes, depois no Clube do Comércio e agora no Clube Germânia.

A idéia era sempre variar e melhorar.

Declamei e cantei Emoções, de Roberto Carlos, que me pareceu caber como uma luva naquela hora.

"Quando eu estou aqui

Vivendo este momento lindo

Olhando para vocês

E as mesmas emoções sentindo.

São tantas já vividas

São momentos que eu não vou esquecer

São detalhes de uma vida

São histórias que eu vivi na AFABB RS.

 

Amigos eu ganhei

Saudades eu sentirei, partindo

As vezes eu deixei

Vocês me ver chorar, sorrindo.

Mas se chorei, ou se sorri,

O importante

E´que emoções eu vivi"

Enfim, é isso aí. A mensagem que procurei transmitir é de que temos que tocar o nosso barco prá frente, que, se não for um cisne, com certeza é branco, da cor que nossos cabelos foram adquirindo com o passar do tempo.

E a festa ?  Como sempre tem sido, foi maravilhosa, plena de alegria e de calor humano, e bela como as lindas mulheres e as flores que ornamentaram o salão do Germânia. Foi bonita, foi bonita e foi bonita !

 

Rua Uruguai, 300 11º Andar, Centro | CEP 90010-140 | Porto Alegre - RS | Fone (51) 3212.2920 - 0800-703-2920 | contato@afabb-rs.com.br
MSBNet